segunda-feira, maio 17, 2010


Ever girl - Tropeçando parada

15
   
    Eu tropeço parada. É, tropeço parada, estou estática, na plenitude da imobilidade e simplesmente tropeço, não entendo os mistérios por trás desse fenômeno do tropeçar parada, se meus pés se atracam em uma imóvel e muda briga, não sei se nasci com isso, se é defeito nos pés, no equilíbrio ou na alma, é, talvez seja uma dessas coisas da alma. Só sei que esse pequeno fato banal, tão sem importância me impede de ser uma mulher fatal, pois, me acompanhe, mulheres fatais não tropeçam, não paradas quero dizer, talvez andando ou correndo, mas jamais paradas, imagine você, um dia Marylin Monroe, ou mesmo Aundrey Hepburn a grande diva, tropeçando parada em todo seu glamour e elegância, a cena se desfaz na minha mente, impossível não ?!
   Não que eu esperasse me tornar uma mulher fatal, ou quisesse, mas bem, não me perguntaram se eu desejaria vir a ser uma, não fui indagada ' Ei, você ai gostaria de ser provida de extremo glamour ? Que tal um pouco de elegância ? Ou um equilíbrio a mais ?' Nada. Não que eu seja desajeitada, porque de verdade não sou. Só tropeço parada. Mas quero dizer que, eu nunca me imaginei uma mulher fatal, sempre fui assim como sou, menina. Não menina em idade, mas esse jeito de menina, rarissímas vezes moleca, as vezes inquieta, na maior parte menina assim, menina doce ou não tão doce assim. Mas sempre, sempre menina.
   Tinha ainda aquele fíasco de esperança, não que eu quisesse como já disse, mas e se ? Que de quando crescesse ou 'amulherasse' me tornasse essa tal mulher. Digo, mulher forte, batalhadora, quem sabe sedutora ? Não que não seja forte ou batalhadora, tantas vezes sou e serei, mas uma menina forte ou por ironia do destino sedutora.
    Mas onde quero chegar é que, sei que fui menina com 2, com 5, 11 anos, sei que sou com 14 e observando esse fato banal do tal tropeçar sei que continuarei menina aos 20, 30, 40 e se Deus quiser, 80.



                                                                                        Victória Spínola ainda gosta de contos de fadas
   
@vickspinola

15 comentários:

A. disse...

rs' eu tropeço quando há lajotas levantadas, é comum de eu quase cair. Tropeço também em escadas, mas acabo me segurando depois. Nunca tropecei parada e eu ri quando li isso de ti. Mas essas mulheres que hoje são consideradas divas também deviam cometer alguma coisa, afinal, ninguém é certo o tempo todo, rsrs'

Isadora Beatriz disse...

USAHUSAAUSHAS nunca tropecei parada, mas eu tropeço muito :P

porém sempre nos levantamos com classe ;)

beijos, isa.

Taís Ribeiro disse...

começando pelo seu post, KKK. nunca tropecei parada mesmo. mas seu um pouco, tá muito, desajeitada e desastrada, :P
imaginei a Marylin Monroe tropeçando parada e nao foi uma boa experiência '~~' HSUAHSAYSAH ;)
você escreve mtmt bem, parabéeens ! *-* ficou muito bom o texto, mesmo.
a imagem também tá muito boa *-----*

Taís Ribeiro disse...

ahh, o seu comentário no meu blog, HAHA. o show deve ser bom, nem sei, vamos ver né. a marimoon é mesmo mtmt fofa, e tem mta consideração pelos fãs. meu amigo é meio nerd, então os poemas dele são mt bons, parece de profissional HSUAYHSA QUERO O ALMOST ALICE !!! DD:
beeijos,

Helen Oliveira disse...

Selinho pra vcs no meu blog

Carolinne disse...

Já tropeçei tantas vezes parada! Mico nãoo KingKong :p kkkkkk ô melDeus!

"Perfect Life" disse...

hahahahaa'
Eu já tropecei paradaa =D
Sddes migaaaa, tah sumidaa' hahaa' num entra maiis no twitter???
Bjokaas

Bianca
http://-sonhandoalto.zip.net

Bruna disse...

Amigaaaaa.. adorei seu post!!!
Também adoro os posts mais engraçados, mas foi muito bom ver você escrever através de outra perspectiva!

Ah, eu também tropeço muito... mas o importante é não cair! E se cair, levantar bem depressa!

bjoo
;**

Laísa disse...

Tem Meme pra vocês no meu blog.
Beeijos.
http://www.thesunny22.blogspot.com

Lolzinhah disse...

Acho que também tropeço parada.
Lindo esse texto e o blog também tá perfeito.
Dá uma passadinha no meu se puder:
http://marcadorfluorescente.blogspot.com
Bjoos =*(seguindo)

Ana Claudia disse...

Oi o pior e que nao vale a pena ele e bonitinho no sentido que nao e bonito mas tmb nao e feio e e muito idiota fica fazendo gracinha o tempo todo e espulso a sala dele e vai la na minha me encher ¬¬
obrigado pelo coment
Um bezo e um pedaço de quezo

Sofia A. disse...

é, mulher fatal é também uma coisa que não serei jamais, sou muito desjeitada.
Acho que sou menina também, embora ás vezes, num momento escondido, enontre o reflexo tímido e fugaz de uma mulher no espelho.
Um beijo!

Tary disse...

Também já tropecei parada e nunca me levanto classuda, mas sim p. da vida. Heheehehehe (:
Beijão!

E.Suruba disse...

esse é o espirito :D

Thaynara disse...

Que post lindo, realmente tocante, que nos faz pensar, e de certa forma, um encontro entre a realidade e os sonhos, entre a crueldade e a verdade... Bem, de qualquer forma, adorei o post e o blog... ^^

Postar um comentário

Comente e volte sempre, daqui a pouco estaremos te respondendo